Leitora enfrenta dificuldade para trocar perfume

Renner informa que contatou a cliente e se colocou à disposição para resolver o seu caso

Renata Okumura

29 de maio de 2018 | 05h00

Fabiane Clemente comprou um perfume importado na loja Renner. Ao chegar em casa, a amostra contendo o cheiro do perfume começou a lhe dar náusea. Com a embalagem lacrada e a nota fiscal do produto, retornou ao estabelecimento, mas não conseguiu trocar a mercadoria.

Foto: Pixabay

Reclamação de Fabiane Clemente: “Estive na loja Renner com o intuito de escolher um perfume. Após sentir algumas fragrâncias, optei pelo perfume 212 que custava R$ 340. Porém ao chegar em casa, a amostra contendo o odor do perfume me causou dor de cabeça e náusea. Com a embalagem lacrada e munida da nota fiscal do produto, retornei à loja e solicitei a troca do produto ou até mesmo o ressarcimento. Com a ausência da consultora que fez a venda, fui atendida por um funcionário que me explicou que a Renner não faz a troca de produtos importados.”

Resposta da Renner: “A Renner informa que contatou a cliente e se colocou à disposição para resolver o seu caso.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mailspreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Perfumequeixatroca

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.