Leitora critica faixa exclusiva para ônibus

Luciana Magalhães

06 Setembro 2013 | 21h03

“Antes de tudo a Prefeitura deve melhorar o transporte público”, defende leitora

Por Luciana Magalhães

Reclamação da leitora: É impressionante como a Prefeitura consegue piorar o que já está péssimo. Com a quantidade de carros que tem na cidade, como o Prefeito destina, das 5 faixas da Av. 23 de Maio, duas só para ônibus (nem táxi pode usá-las). E o que fazer com a quantidade de carros que permanece a mesma? O Secretário de Transportes tem a coragem de mandar as pessoas usarem transporte público. Eu utilizaria  com o maior prazer, se fosse de qualidade. Antes de destinar pista para ônibus nas principais avenidas da cidades, é preciso melhorar o transporte público! Luciana Santos Ribeiro / São Paulo

Resposta: A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informa que a implantação da faixa exclusiva para ônibus no eixo Norte/ Sul faz parte da Operação Dá Licença Para o Ônibus, cujo objetivo é priorizar a circulação do transporte coletivo, melhorando a fluidez desses veículos no sistema viário e a qualidade do transporte coletivo na cidade. Dados de um estudo preliminar realizado pela CET apontaram um ganho acima de 50% na velocidade média dos ônibus nos três períodos: de manhã, entre pico e à tarde, no trecho citado e no terceiro trecho, entre a Rua Joaquim Nabuco, passando pelas Avenidas Washington Luís, Interlagos e do Jangadeiro até a Av.Senador Teotônio Vilela.

Réplica da leitora: Não tenho dúvida de que a velocidade tenha aumentando. Mas não adianta resolver um problema e causar outro. E os motoristas que passaram a ficar uma média de 2 horas a mais por dia no trânsito, após a implantação desse programa? Já pararam para calcular quanto custa duas horas a mais no carro? Portanto, mais uma vez, a Prefeitura opta pelo caminho mais fácil, mesmo que isto prejudique milhares de pessoas.