Leitora contesta valor de consumo de água

Sabesp afirma que, após aferição, constatou que o hidrômetro estava fora dos padrões estipulados pelo Inmetro e realizou a substituição do modelo e também fez a reforma da conta de água reclamada

Renata Okumura

08 de maio de 2021 | 05h00

Daniela Dias abriu uma ocorrência na Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para contestar o aumento de cobrança nos últimos meses. Ela considera o valor abusivo e solicita estorno.

Foto: Nilton Fukuda/ Estadão

Reclamação de Daniela Dias: “No dia 12 de março, eu abri uma ocorrência na Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) sobre a abrupta mudança de valor em minha conta desde janeiro deste ano. Pelo fato da conta estar em débito automático, infelizmente fiz o pagamento das contas de janeiro e de fevereiro de forma indevida. Além da revisão das cobranças, peço estorno dos valores descontados indevidamente.”

Resposta da Sabesp: “A Sabesp afirma que, após a aferição, constatou que o hidrômetro estava fora dos padrões estipulados pelo Inmetro e realizou a substituição do modelo e também fez a reforma da conta de água reclamada. Como a fatura já havia sido paga pela cliente, o valor adicional será restituído. A companhia esclarece, no entanto, que os problemas constatados no equipamento não estavam relacionados a nenhuma ação do colaborador responsável pela leitura, que foi advertido em relação à prática de ‘pedir caixinha’, a qual é proibida pelo código de conduta da companhia. A Sabesp pede desculpas pelos transtornos.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

Sabespconta

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.