Leitora cobra entrega de mercadoria atrasada

Pão de Açúcar afirma que entrou em contato com a cliente para esclarecer o caso

Renata Okumura

24 de maio de 2020 | 05h00

Aparecida Gaziolla afirma que comprou produtos pelo aplicativo do Pão de Açúcar, mas passado o prazo de entrega, não recebeu as mercadorias. Por telefone, ela descobriu que o cadastro que atualizou, há algum tempo, por telefone, estava com número do prédio e telefone errados. Ela fez novamente a correção pelo site. No entanto, outra compra também atrasou.

Foto: Pixabay

Reclamação de Aparecida Gaziolla: “Fiz uma compra pelo aplicativo Pão de Açúcar, cuja entrega estava marcada para 22 de abril. No dia seguinte, liguei para o telefone de contato e descobri que o cadastro que atualizei, há algum tempo, estava com número do prédio e telefone errados. A funcionária me orientou a entrar no site para fazer as correções porque não eram mais feitas por telefone. Assim procedi, tanto é que uma outra compra feita no dia 15 de abril e também prometida para o dia 22 chegou no dia 24, dia seguinte ao da reclamação. Como esse segundo pedido não chegou até o dia 25, liguei novamente e me foi garantido que receberia o pedido no dia 27, o que não aconteceu”.

Resposta do Pão de Açúcar: “Foi identificado que o endereço cadastrado ainda estava errado. Foi feita a atualização da informação e a entrega realizada”.

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

leitorqueixa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: