AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Leitora afirma que Bilhete Único da mãe foi cancelado sem ela saber o motivo

SPTrans informa que cancelamento ocorreu depois que o sistema capturou a foto de outra pessoa utilizando o bilhete

Ludimila Honorato

07 de outubro de 2018 | 05h00

Juliana Higino diz que o Bilhete Único da mãe dela foi cancelado sem que ela soubesse o motivo. A explicação, segundo ela, veio uma semana depois por meio de carta, mas com nome do destinatário errado. Ela acredita que os dados da mãe dela foram usados com o nome de outra pessoa.

Foto: José Patrício/Estadão

Reclamação de Juliana Higino: Minha mãe Arlete Higino Sodré teve o Bilhete Único cancelado sem saber o motivo. Depois de uma semana, chegou uma carta em nome de um homem de que nunca ouvimos falar, com o CEP errado, dizendo que o bilhete havia sido cancelado porque as câmeras constataram que outra pessoa tinha usado o bilhete dela. Acredito que no cadastro da SPTrans colocaram o nome de outra pessoa com os dados da minha mãe e nas câmeras viram minha mãe usando. Agora, ela está sem bilhete e precisa ir até o centro de São Paulo para alterar. Absurda a falta de responsabilidade com os dados pessoais, principalmente dos idosos. Liguei no 156, mas eles não dão opção para esclarecermos o problema e já dizem que está cancelado por mau uso.

Resposta da SPTrans: A SPTrans esclarece que o benefício da munícipe Arlete Higino Sodré não foi suspenso. Ela pode utilizar os meios de transporte sem o Bilhete Único apresentando um documento oficial com foto para o operador no momento do desembarque, pela porta dianteira do veículo. O cartão foi bloqueado no dia 11 de agosto de 2018 depois que o Sistema de Reconhecimento Facial capturou a foto de outra pessoa utilizando o bilhete em questão. O bloqueio por uso indevido é de seis meses. Ao receber o Bilhete Único Especial, o usuário recebe um folder explicativo com as orientações corretas para o uso do bilhete. Para correção, é preciso que o beneficiário compareça pessoalmente ao Posto Central localizado na Rua Boa Vista,128, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, com comprovante de residência. Na ocasião, ela poderá verificar a foto, saber mais detalhes do bloqueio e justificar a utilização. A SPTrans monitora o interior dos ônibus por meio de câmeras que fotografam usuários que possuem Bilhete Único com benefícios. Nesse momento, a base de dados cruza as informações do cadastro com o passageiro que está utilizando o cartão. Tal medida foi implantada para evitar o uso indevido de benefícios no sistema de transporte na Capital.

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

bilhete únicoSP ReclamaSPTrans

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: