Leitor se queixa de reajuste de plano de saúde

Amil informa que prestou os esclarecimentos ao consumidor

Renata Okumura

23 de outubro de 2017 | 05h00

Rene Junghans, a esposa e o filho possuem o plano Amil Medial Class 30. Em maio deste ano, foi aplicado reajuste de 13,55%. Em agosto, ele solicitou a retirada do filho. Ele reforça, no entanto, que a nova fatura mostra que foi feito um reajuste acima do permitido no seu plano e de sua esposa.

Foto: Pixabay

Reclamação de Rene Junghans: “Meu plano Amil Medial Class 30 foi iniciado em 10 de maio de 2004. Em maio de 2017, foi aplicado reajuste de 13,55%. Em agosto, pedi a exclusão do meu filho, permanecendo eu e a minha esposa. A mensalidade com 13,55% passaria de R$ 976,66 cada para R$ 1.109,00. Mas foi gerada uma nova fatura no valor de R$ 1.144,39 para cada um, portanto, reajuste acima do permitido, já que existe uma diferença de R$ 35,40 em cada mensalidade. Ao excluir o meu filho do plano, nada foi dito que a exclusão iria gerar um reajuste adicional para os participantes remanescentes. A atendente da Amil informou que agora deixaria de ser aplicado um desconto de 3%, daí o reajuste adicional do plano. Respondi que, de fato, essa informação não foi passada pela atendente ao decidir a exclusão do meu filho, do contrário eu o teria deixado no plano. Mas a mesma me disse que para inclui-lo novamente no plano, ele teria que cumprir todas as carências de novo. Eu alertei que ira submeter a denúncia à Agência Nacional de Saúde, e a atendente deu risada e disse para fazer o que achar melhor e desligou o telefone.”

Resposta da Amil: “Em contato com o sr. Rene Junghans, prestamos os devidos esclarecimentos. Colocamo-nos à disposição.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

Amilqueixa