Leitor se queixa de processo seletivo de trainee

Grupo Movile afirma que apresentou de forma transparente todas as razões e motivos pelos quais o candidato foi reprovado na seleção

Renata Okumura

05 de dezembro de 2020 | 05h00

Pedro Otavio de Oliveira se queixa de processo seletivo do Grupo Movile. Segundo ele, o recrutamento não foi realizado como informado anteriormente. Ele questiona a empresa e danos sofridos durante o processo de seleção.

Empresa disse que está disposta a reembolsar o cliente mediante a comprovação do equívoco na fabricação de suas lentes - Foto: Free-Photos / Pixabay

Foto: Free-Photos / Pixabay

Reclamação de Pedro Otavio de Oliveira: “O processo seletivo de trainee conduzido por recrutador do Grupo Movile começa de uma maneira viciada e cheio de contradições. Primeiro, falaram que no Mobile Dream o programa de trainee do grupo contava com 27 mil candidatos iniciais, o que se contradisseram posteriormente. Pois bem, depois falaram que o processo era às cegas, na hora do case nada de processo às cegas. Também me senti desrespeitado pelos recrutadores. O processo de 2021 foi cheio de vícios que contaminaram o processo de seleção.”

Resposta do Grupo Movile: “Todo ano, o Grupo Movile promove duas versões de programas de recrutamento: o Mobile Dream Internship para estagiários (as) e o Mobile Dream Talent para jovens recém-graduados (as). Em relação ao caso mencionado, quando foi reprovado na etapa de case do processo, o candidato Pedro Oliveira entrou em contato conosco por e-mail com um conteúdo bastante semelhante ao enviado ao jornal. Desde então, temos apresentado, de forma transparente, todas as razões e motivos pelos quais o candidato foi reprovado. Quanto às críticas dele ao programa, gostaríamos de deixar claro que todos os dados que divulgamos aos candidatos ao longo do programa estão corretos e que os apontamentos dele decorrem de um equívoco no entendimento de algumas informações, especialmente misturando dois dados apresentados em momentos diferentes. Estamos à disposição para mais detalhes caso necessário. Em relação à reclamação referente aos recrutadores, gostaríamos de deixar claro que todas as pessoas envolvidas no processo foram treinadas para estarem ali, justamente para fazer uma avaliação da forma mais criteriosa possível.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

leitorProcesso seletivo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: