Leitor se queixa de não conseguir cancelar contrato com a Vivo

Empresa afirma que o caso está em análise e que entrará em contato com o cliente

Renata Okumura

04 de agosto de 2021 | 05h00

O leitor Biagio Pisciotti Neto reclama de não conseguir cancelar o contrato de uma linha telefônica da empresa junto à operadora Vivo. O motivo é a falta de necessidade dos canais, devido à adoção do trabalho em regime remoto. Ele afirma tentar contato há meses, mas sem sucesso.

Ponto de venda da Vivo. Foto: Renata Okumura

Reclamação do leitor Biagio Pisciotti Neto: “Sou cliente da Vivo como pessoa jurídica e tenho uma linha digital com 10 ramais, no valor de R$ 990,00 mensais. Como esse plano foi adquirido por meio da gerente de negócios da operadora, foi solicitado à representante da empresa, duas vezes no ano passado, o cancelamento do referido contrato pelo motivo de termos optado por trabalhar remotamente. Foi explicado que seria cobrada uma multa pela quebra do contrato e solicitei que calculasse o valor para negociarmos. A gerente informou que não era mais uma demanda com ela, passando o caso para outro consultor. Liguei na central, como fui orientado, nos meses de janeiro, fevereiro, maio e junho deste ano e não consegui resolver.”

Resposta da empresa Vivo: “A empresa informa que o caso do cliente está em análise com a área responsável e que entrará em contato com o sr. Biagio para prestar os esclarecimentos necessários na conclusão do caso.”

Envie suas reclamações

Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia.

Tudo o que sabemos sobre:

Vivoclientereclamaçãolinha telefônica

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.