Leitor se queixa de atendimento bancário

Bradesco afirma que, por questões de sigilo bancário, o assunto está sendo tratado diretamente com o cliente

Renata Okumura

05 de julho de 2022 | 05h00

Willian Pantuffi reclama de duas transações de Pix no valor de R$ 2 mil cada que foram debitadas da sua conta, sem seu consentimento.

Foto: Pixabay

Reclamação de Willian Pantuffi: “Em janeiro, duas transações de Pix no valor de R$ 2 mil cada foram debitadas da minha conta. Ressalto que não acompanho sempre a movimentação da minha conta, pois sou aposentado e tenho poucos recursos. Após um mês aproximadamente, minha esposa me alertou e fui pessoalmente na agência pleitear o ressarcimento. Fui instruído a explicar o acontecido por aplicativo ao departamento de segurança, que indeferiu o pleito alegando instruções do Banco Central. Depois, tentaram outro Pix, o qual o Bradesco bloqueou. O banco deveria me ressarcir. Só quero fazer valer meus direitos como consumidor.”

Resposta do Bradesco: “Por questões de sigilo bancário, o assunto está sendo tratado diretamente com o cliente.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

queixaSP Reclama

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.