AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Leitor reclama de valores cobrados indevidamente de empresa de pagamento automático

Sem Parar afirma que contatou o cliente esclareceu que foi realizada a cobrança da mensalidade proporcional ao período utilizado no mês do encerramento

Renata Okumura

29 de maio de 2020 | 05h00

Leonardo Fonseca relata que solicitou o cancelamento do serviço do Sem Parar e recebeu cobrança de uma mensalidade inteira. Ele pede explicações sobre os valores cobrados.

Foto: Pixabay

Reclamação de Leonardo Fonseca: “Venho reclamar da empresa Sem Parar que me cobrou uma mensalidade inteira, após o cancelamento do serviço. Eu liguei no último dia do mês anterior, não tem contrato e nem nenhuma referência no site deles desta cobrança. Gostaria de verificar os valores cobrados indevidamente”.

Resposta do Sem Parar: A empresa afirma que contatou o cliente esclareceu que foi realizada a cobrança da mensalidade proporcional ao período utilizado no mês do encerramento. Quando houve o cancelamento do contrato a fatura ainda não tinha sido emitida, desta forma, na data do fechamento da fatura foi feito o lançamento dos dias que o serviço permaneceu ativo naquele mês”.

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

leitorSP Reclama

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: