Leitor reclama de receber mensagens indesejadas de rede de lojas

Magazine Luiza afirma que e-mails enviados pela companhia são previamente autorizados

Renata Okumura

23 de novembro de 2021 | 05h00

O leitor Luciano Amaral reclama de receber diariamente e-mails indesejados da rede de lojas Magazine Luiza. Ele afirma ter reclamado junto à empresa, mas não obteve retorno.

Foto: Daniel Teixeira/Estadão

Reclamação do leitor Luciano Amaral: “A rede de lojas Magazine Luiza é a rainha do spam (e-mails indesejados, que podem ser vírus ou ter caráter de divulgação de uma marca ou produto). Recebo de quatro a cinco e-mails diferentes por dias. São enviados por meio de diversos endereços eletrônicos. O link para descadastrar não funciona. É um verdadeiro desrespeito. Já reclamei, mas não adiantou nada. Até quando vou continuar sendo importunado com essas mensagens diárias? Eu não compro de quem não tem respeito.”

Resposta da empresa Magazine Luiza: “O Magalu esclarece que somente envia e-mails aos seus clientes quando autorizado por meio de cadastro prévio. Além disso, a companhia destaca que os conteúdos são encaminhados a partir de um remetente ‘noreply’, de maneira automática, segura e seguindo todos os protocolos relacionados à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Todo e-mail oferece ao cliente a possibilidade de se descadastrar da lista de envio – por meio de link disponibilizado no próprio conteúdo – de maneira simples e rápida.”

Envie suas reclamações

Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia.

Tudo o que sabemos sobre:

Magaluspamreclamação

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.