Leitor reclama de festas clandestinas no Jardim Paulista

Leitor reclama de festas clandestinas no Jardim Paulista

Polícia Militar afirma que realiza operação policial no local

Renata Okumura

22 de setembro de 2021 | 05h00

O leitor Gustavo Bianchini reclama de festas clandestinas no Jardim Paulista, com barulhos e aglomerações. Segundo ele, não há fiscalização por parte do Poder Público.

Foto: Google Street View

Reclamação do leitor Gustavo Bianchini: “Durante as noites de sexta e sábado, centenas de pessoas se aglomeram na Rua Peixoto Gomide, na altura do 130, no Jardim Paulista, com venda de bebida por ambulantes e menores de idade de forma ilegal. Há fechamento da rua, também tem comércio de drogas e música alta com caixas de som. Isso ocorre há anos e não existe nenhuma atitude por parte da polícia, da prefeitura ou da guarda municipal.”

Resposta da Polícia Militar de São Paulo: “Esclarecemos que o Sétimo Batalhão de Polícia Militar é o responsável pelo policiamento na região da Rua Peixoto Gomide. Durante os finais de semana, é realizada operação policial no local, com o objetivo de combater a criminalidade na região, haja vista a presença de muitos bares e restaurantes na via, o que atrai grande número de pessoas. Também são realizadas operações conjuntas com a Prefeitura de São Paulo para combater o comércio irregular no local.”

Envie suas reclamações

Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia.

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia Militarbailes funkbarulho

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.