Leitor reclama de cobranças indevidas após cartão ter sido clonado

Bradesco informa que entrou em contato com o consumidor para esclarecer o caso

Renata Okumura

12 Janeiro 2018 | 05h00

Ruben Ernesto tem um cartão de crédito administrado pelo Banco Bradesco. Ele relata que no ano passado o cartão foi clonado e imediatamente informou ao banco quando soube do problema. No entanto, o leitor se queixa que meses depois ainda continua recebendo a cobrança de uma assinatura da Netflix que não foi feita por ele.

Foto: Pixabay

Reclamação de Ruben Ernesto: “Eu tenho um cartão de crédito administrado por Bradesco Cartões e no ano passado o cartão foi clonado. Fizeram muitas compras por internet. Como Bradesco envia mensagens por celular para informar as compras realizadas, fiquei desesperado porque fazia vários dias que não usava esse cartão. A equipe de segurança do banco entrou em contato comigo e cancelou as despesas ilegais. Mas, junto com as compras, foi feita uma assinatura de Netflix. Depois de três meses continuei recebendo as cobranças na fatura do cartão.”

Resposta do Bradesco: “Em relação à manifestação do Ruben Ernesto Licaveski informamos que mantivemos contato para esclarecimento do assunto. Agradecemos a oportunidade de prestar-lhe estes esclarecimentos e permanecemos a disposição.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Mais conteúdo sobre:

cartãoClonadoqueixa