Leitor reclama de aumento em conta de gás

Comgás informa que realizou uma análise no volume de consumo e não encontrou nenhuma irregularidade nos valores cobrados

Renata Okumura

08 de outubro de 2019 | 05h00

Recentemente, André Luis Fernandes afirma que observou que o valor da conta emitida pela Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) aumentou substancialmente. Segundo ele, houve alta de 40% desde janeiro. Ele questiona a companhia.

Foto: Pixabay

Reclamação de André Luis Fernandes: “Eu percebi que a conta emitida pela Comgás havia aumentado muito. Olhando as tarifas anteriores, levei um susto: um aumento de 40%, desde janeiro. Consultei o site da Comgás e obtive a informação de que em fevereiro tivemos um acréscimo de 11% e agora em junho outro acréscimo de 29%. Entrei em contato com a empresa e a mesma disse que não podia fazer nada”.

Resposta da Comgás: “A companhia informa que é uma empresa regulada e que, portanto, a atualização nas tarifas são deliberadas pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp), de acordo com o contrato de concessão. Cabe informar que o custo de gás natural para a concessionária tem alterações constantes que refletem as variações de preço internacional do petróleo, as oscilações da taxa de câmbio, bem como as eventuais mudanças no custo cobrado pelos operadores dos gasodutos de transporte. Adicionalmente, a Comgás informa que realizou uma análise no volume de consumo e não encontrou nenhuma irregularidade nos valores cobrados”.

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

Comgásvaloraumento

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.