Leitor reclama de aglomeração e uso de drogas em rua do Jardim Paulista

Leitor reclama de aglomeração e uso de drogas em rua do Jardim Paulista

PMSP afirma que o Sétimo Batalhão realiza operações na rua Peixoto Gomide durante os fins de semana, além de operações conjuntas com a Prefeitura

Renata Okumura

22 de setembro de 2021 | 05h30

O leitor Gustavo Bianchini reclama que a rua Peixoto Gomide, no Jardim Paulista, é palco de aglomerações, uso de drogas e venda de bebida alcólica a menores de idade nas noites de sexta e sábado.

Em 2014, reportagem do Estadão denunciou 'feira livre de drogas' que tomava conta da rua Peixoto Gomide (Foto: Márcio Fernandes/Estadão - 16|02|2014)

Em 2014, reportagem do Estadão denunciou ‘feira livre de drogas’ que tomava conta da rua Peixoto Gomide (Foto: Márcio Fernandes/Estadão – 16|02|2014)

Reclamação do leitor Gustavo Bianchini: “Durante as noites de sexta e sábado, centenas de pessoas se aglomeram na rua Peixoto Gomide, na altura do 130, no Jardim Paulista, com venda de bebida por ambulantes e menores de idade de forma ilegal. Há fechamento da rua, também tem comércio de drogas e música alta com caixas de som. Isso ocorre há anos e não existe nenhuma atitude por parte da polícia, da prefeitura ou da guarda municipal.”

Resposta da Polícia Militar de São Paulo: “Esclarecemos que o Sétimo Batalhão de Polícia Militar é o responsável pelo policiamento na região da Rua Peixoto Gomide. Durante os finais de semana, é realizada operação policial no local, com o objetivo de combater a criminalidade na região, haja vista a presença de muitos bares e restaurantes na via, o que atrai grande número de pessoas. Também são realizadas operações conjuntas com a Prefeitura de São Paulo para combater o comércio irregular no local.”

Envie suas reclamações

Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.