Leitor enfrenta dificuldade para regularizar veículo

Detran.SP afirma que proprietário deve emitir um novo CRV, por conta do furto e da necessidade de mudança da placa; em seguida, seguir passos informados pelo órgão

Renata Okumura

21 de novembro de 2020 | 05h00

Luís Cássio Daquino afirma que está com dificuldade de regularizar a situação de seu veículo junto ao Detran.SP, situação que persiste desde maio.

Foto: Pixabay

Reclamação de Luís Cássio Daquino: “Sou proprietário de um Jeep Willys 62. Fui furtado na tarjeta que mostra a cidade da placa. Como as placas deste modelo não são mais feitas, preciso trocá-las. Tento desde maio regularizar situação, mas sem sucesso. O sistema do Detrans.SP acusa meu veículo como caminhonete sendo um veículo de passeio. Tentei transferência via internet, sem sucesso. Não posso circular com o veículo por estar irregular, apesar de estar licenciado corretamente.”

Resposta do Detran.SP: “O órgão afirma que o Sr. Luís Cássio Daquino deve emitir um novo Certificado de Registro Veicular (CRV), por conta do furto e da necessidade de mudança da placa. Primeiramente, para a realização deste serviço, o cidadão deve procurar uma empresa credenciada de vistoria veicular (ECV), por meio do link, e obter o laudo veicular. A próxima etapa é agendar pelo portal do Poupatempo a emissão do novo CRV na Ciretran de Ribeirão Pires, cidade de registro do veículo. Após a emissão do CRV, o cidadão conseguirá emplacar o veículo normalmente em uma empresa credenciada de placas Mercosul pelo link. É importante ressaltar que, desde janeiro de 2020, o emplacamento é realizado por uma empresa credenciada, seguindo a resolução 789/2020 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), válida para todos os estados do País.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

SP ReclamaDetran-SP

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: