Leitor com deficiência física reclama de atendimento prestado por companhia aérea

Latam informa que realizará o reembolso do bilhete e que prestou os esclarecimentos necessários ao cliente

Renata Okumura

23 de agosto de 2019 | 05h00

Ao realizar o check-in de um voo de São Paulo para Florianópolis, Fausto Souto afirma ter ficado mais de 40 minutos prestando esclarecimentos à Latam sobre o motivo de precisar de uma cadeira de rodas. Ao ser questionado pelo atendente sobre qual problema de saúde tinha para depender do equipamento, mostrou atestado médico. Após esclarecer, enfrentou transtornos com a bagagem e falta de assento na primeira fileira e precisou cancelar a viagem.

Foto: Pixabay

Reclamação de Fausto Souto: “Eu estava com uma viagem agendada de São Paulo para Florianópolis. Já no check-in fui questionado por quase 40 minutos por que precisaria de uma cadeira de rodas, apesar de estar com atestado médico. Depois, minha bagagem excedeu o peso e enfrentei dificuldade para pagar o excedente. Por fim, cancelei a viagem porque não encontrei um assento na primeira fileira, conforme havia solicitado e por ser paciente com necessidade especiais. Nunca passei por esse tipo de situação anteriormente.”

Resposta da Latam: “A Latam Airlines informa que realizará o reembolso do bilhete, além de ter prestado os esclarecimentos necessários ao cliente. O Fale com a Gente continua à disposição para mais informações pelo telefone 0800 123200 (24 horas) ou fax 0800 123900.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

Latamqueixa

Tendências:

  • Novembro Azul: entenda a campanha de prevenção do câncer de próstata
  • DPVAT: o que é e como funciona o seguro obrigatório?
  • Yuval Harari: “Algoritmos entendem você melhor do que você mesmo se entende”