Leitor cobra ressarcimento de plano de saúde

Amil disse que entrou em contato com o sr. Almiro Barboza para confirmar a devolução do valor pago em duplicidade

Renata Okumura

01 de janeiro de 2020 | 05h00

Almiro Barboza afirma que pagou em duplicidade o boleto de novembro. Como não constava o débito automático na conta bancário, ficou com medo de não ter debitado no dia e decidiu pagar com o código de barras.

Foto: Pixabay

Reclamação de Almiro Barboza: “A mensalidade do meu plano de saúde, que venceu em 11 de novembro de 2019, foi paga em duplicidade. Eu fiz o pagamento do boleto por código de barras porque julguei que o débito não seria efetuado como de costume, pois no site do banco não havia menção do débito. Solicito ressarcimento”.

Resposta da Amil: “A Amil disse que entrou em contato com o sr. Almiro Barboza para confirmar a devolução do valor pago em duplicidade”.

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

queixaAmil

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.