Leitor cobra ressarcimento após queima de aparelho de TV

Enel Distribuição São Paulo afirma que a solicitação está em análise; a distribuidora entrará em contato com o cliente assim que o processo for concluído

Renata Okumura

28 de novembro de 2020 | 05h00

Fernando Pereira relata que sua televisão queimou após um forte temporal em outubro que atingiu a região onde mora e provocou rápido apagão de energia, com forte estouro. Ele cobra da Enel Distribuição São Paulo (Enel) indenização por danos sofridos.

Cliente alega propaganda enganosa e pede que loja forneça item sem custo - Foto: Gadini / Pixabay

Foto: Gadini / Pixabay

Reclamação de Fernando Pereira: “Moro no bairro do Bixiga, centro da capital paulista, e gostaria de relatar um incidente ocorrido em outubro. Após forte temporal, com rápido apagão e estouro na rede de energia, minha televisão parou de funcionar. Eu entrei em contato com a Enel, mas meu pedido de indenização foi negado sem ao menos o técnico realizar perícia.”

Resposta da Enel: “A empresa informa que a solicitação está em análise. A distribuidora entrará em contato com o cliente assim que o processo for concluído.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

leitorEnel

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: