Leitor cobra religação de energia elétrica

Enel afirma que, após análise, identificou que a instalação estava cortada em sistema desde 2016 e foi religada em 23 de novembro deste ano

Renata Okumura

13 de dezembro de 2020 | 05h00

José Clovis Vicente de Azevedo afirma que desde 29 de outubro deste ano cobra da Enel Distribuição São Paulo (Enel) a religação de energia em seu apartamento localizado no Jardim Paulista. Ele já abriu vários protocolos para cobrar a realização do serviço.

Foto: Pixabay

Reclamação de José Clovis Vicente de Azevedo: “Desde 29 de outubro deste ano, tenho solicitado à Enel a religação de energia do meu apartamento localizado no Jardim Paulista. Tenho recebido uma dúzia de protocolos, que a Enel alega que cada nova vez que reclamo, a empresa cancela o anterior e recomeça a contagem de dias.”

Resposta da Enel: “A empresa afirma que, após análise, identificou que a instalação estava cortada em sistema desde 2016 e foi religada em 23 de novembro deste ano. A companhia informa também que o acúmulo do consumo não faturado nesse período será gerado na primeira fatura do novo contrato. A distribuidora reforça que quando o serviço é executado fora do prazo, o cliente tem direito de receber uma indenização que é calculada e incluída automaticamente pelo sistema na próxima fatura.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

SP ReclamaleitorEnel

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.