Leitor cobra informações sobre vacinação da sogra

Prefeitura de Praia Grande afirma que não passa dados pessoais de seus pacientes por telefone

Renata Okumura

04 de maio de 2021 | 05h00

Adelto Gonçalves relata que entrou em contato com a secretaria da Saúde de Praia Grande, no litoral paulista, para ter informações sobre a vacinação de sua sogra contra a covid-19. No entanto, não conseguiu obter os esclarecimentos necessários.

Foto: Pixabay

Reclamação de Adelto Gonçalves: “Reclamo do atendimento da secretaria de Saúde de Praia Grande, litoral paulista. Desta vez, procurei saber se minha sogra, de 91 anos, moradora no bairro Jardim Samambaia, havia recebido a vacina contra a covid-19, mas nenhum órgão ou unidade de saúde deu resposta. Pelo contrário, o que se ouve são apenas evasivas e até respostas mal educadas. Quando muito, o atendente da secretaria de saúde ou da vigilância sanitária trata de passar a responsabilidade da informação para uma unidade, cujo atendente da mesma maneira deixa claro que o município não tem qualquer controle ou cadastro sobre as pessoas atendidas e vacinadas.”

Resposta da prefeitura de Praia Grande: “A prefeitura afirma que não passa dados pessoais de seus pacientes por telefone. Atrás da carteirinha de vacinação há um QR Code que dá acesso a todos os detalhes da dose aplicada.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

queixaleitor

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.