Leitor alega cobrança indevida de anuidade de cartão de crédito

Leitor alega cobrança indevida de anuidade de cartão de crédito

Empresa afirma que resolveu questão com o cliente

Ludimila Honorato

22 de agosto de 2018 | 05h00

Em novembro do ano passado, Walter Almeida Viana fez uma cotação de seguro automotivo na Porto Seguro, mas não contratou o serviço. Ainda assim, ele afirma que foi induzido a adquirir um cartão de crédito da empresa e, em menos de um ano, recebeu cobrança de anuidade. Segundo ele, o cartão nunca foi utilizado nem possuía senha para isso. Posteriormente, ele confirmou que o caso foi resolvido após intermédio do SP Reclama.

Leitor recebeu cobrança de cartão de crédito que nunca foi usado. Foto: vjkombajn/Pixabay

Reclamação de Walter Almeida Viana: Fiz uma cotação na Porto Seguro Auto em novembro de 2017, o seguro não foi realizado, mas fui induzido a adquirir um cartão de crédito Porto Seguro. O cartão nunca foi usado, nem sequer existe uma senha de uso, porém, a Porto Seguro me enviou um boleto no valor de R$ 67, alegando que é referente à anuidade do cartão. Como anuidade se o cartão tem menos de um ano? Como pode haver uma taxa de anuidade tão exorbitante? Com certeza nem existe lei que permita tal disparidade.

Resposta da Porto Seguro: A Porto Seguro informa que o caso já foi resolvido junto ao cliente. A empresa se mantém à disposição para demais questionamentos.

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.