Fique de olho nos materiais escolares

Jerusa Rodrigues

22 de janeiro de 2014 | 18h42

Ipem-SP divulga resultado de operação ‘Volta às aulas’ e constata irregularidades

Por Jerusa Rodrigues

O Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) do Estado de São Paulo analisou produtos escolares e constatou que aproximadamente 10% deles apresentavam alguma irregularidade.

Na operação Volta às Aulas, realizada nos dias 20 e 21 de janeiro, foi avaliada se a indicação quantitativa das embalagens correspondia ao produto vendido. As fitas corretivas e adesivas, o papel sulfite e a cola branca foram os produtos que mais apresentaram problemas.

De acordo com nota do Ipem, a operação abrangeu diferentes artigos de uso escolar, como cadernos, etiquetas, purpurina, glitter, clips, plástico para encapar, fita adesiva, cola, tintas (guache, nanquim, acrílica), papel sulfite, papel crepom, massas de modelar, papéis em bloco (canson, vegetal, folha para fichário), entre outros itens. Do total de 81 produtos analisados, 9,88% estavam irregulares.

Em 2013, a mesma operação fiscalizou 108 lotes e, em 7,41% deles, a quantidade indicativa na embalagem não correspondia ao que o consumidor comprava. Em 2012, dos 136 lotes analisados, 10,29% estavam irregulares.

“É fundamental que o consumidor fique de olho nas marcas que apresentaram erros e que procure nossa Ouvidoria, caso desconfie de irregularidade em algum produto”, orienta o superintendente do Ipem-SP, Alexandre Modonezi.

Os fabricantes dos itens irregulares foram autuados e têm até 10 dias para se defender. As multas variam de R$ 640 a R$ 30 mil e dobra em caso de reincidência.

De acordo com nota do Ipem, a operação abrangeu diferentes artigos de uso escolar, como cadernos, etiquetas, purpurina, glitter, clips, plástico para encapar, fita adesiva, cola, tintas (guache, nanquim, acrílica), papel sulfite, papel crepom, massas de modelar, papéis em bloco (canson, vegetal, folha para fichário), entre outros itens.

Denuncie. O consumidor que suspeitar da quantidade, peso ou dimensão mencionados em uma embalagem pode solicitar a verificação do produto à  Ouvidoria do Ipem-SP pelo  telefone 0800-0130-522, de segunda à sexta-feira, das 8  às 17 horas;  ou pelo e-mail: ouvidoria@ipem.sp.gov.br.

Veja a pesquisa completa clicando aqui.