Falta de água em Santana de Parnaíba é frequente

Luciana Magalhães

24 de janeiro de 2014 | 21h25

Já faz 10 anos que sofro com esse problema, diz leitora

Por Luciana Magalhães

Reclamação da leitora: Logo nos primeiros dias em que me mudei para Santana de Parnaíba, tive de comprar um caminhão pipa para os pedreiros trabalharem. Todos os dias faltava água e há 10 anos esse problema persiste. Diariamente, as diaristas que trabalham neste local, usam a água da rua até as 9h. Após esse horário, as caixas d’água secam. O engraçado é que todos os meses a conta da Sabesp chega normalmente. Não aguento mais! Gledys Iliana Guariglia Costa / Santana de Parnaíba

Resposta: A Sabesp informa que a região é atendida por meio de sistemas de bombeamentos e eventualmente o abastecimento pode ser prejudicado por ocorrências como manutenções e falta de energia elétrica nas estações elevatórias. O aumento do consumo decorrente das altas temperaturas, registradas de forma atípica neste verão, também impactaram no fornecimento de água local. A Sabesp ressalta que implantará uma nova estação de bombeamento e novas redes de grande porte, que irão aumentar a oferta de água para a região. O projeto está em fase de licitação e o início das obras está previsto para julho deste ano.

Réplica da leitora: O problema continua. Mesmo nesse verão racionamos água em casa e continuaremos a tomar banho com água mineral todos os dias. A verdade é que a Sabesp só fala, nunca age.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: