Consumidor não reconhece dívida com a AES Eletropaulo

Luciana Magalhães

14 de outubro de 2014 | 11h00

Nunca recebi resposta da empresa, reclama o leitor

 

Reclamação do leitor: Deixei de pagar duas contas de luz e no dia 5/8 um funcionário da Eletropaulo foi até a minha residência para cortar o fornecimento de energia. Como não havia ninguém em casa e o imóvel estava fechado, ele forçou o portão, invadiu o meu imóvel, abriu a caixa de energia e colocou um lacre no disjuntor, interrompendo o fornecimento. Paguei as contas, fui até a agência da Eletropaulo para pedir o restabelecimento da energia e a atendente me informou que eu tinha uma dívida no valor de R$ 740 reais relativa a 2002. Ou seja, de 12 anos atrás. Nunca fui comunicado desse fato e a funcionária disse que, se eu não fizesse um acordo com a Eletropaulo, o fornecimento não seria restabelecido. Cheguei na agência às 8 horas e saí às 16h30. No final, fui informado de que o valor real da dívida era em torno de R$ 2 mil reais. Um absurdo! Cláudio Beserra de Araújo / São Paulo

 

Resposta: A AES Eletropaulo informa que o fornecimento pode ser interrompido por inadimplência. A distribuidora esclarece que o desligamento foi feito na área externa. Sobre o valor informado ao cliente em loja, a empresa lamenta o ocorrido, o cliente foi posteriormente informado do real valor em aberto.

 

Réplica do Leitor: O problema não foi solucionado não obtive contato da Eletropaulo a respeito dos problemas relatados.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.