As quedas de energia em Indaiatuba são constantes

Luciana Magalhães

23 de janeiro de 2014 | 18h35

A CPFL só faz promessas e o serviço continua ruim, diz leitor

Por Luciana Magalhães

Reclamação do leitor: Diariamente, pelo menos 2 ou 3 vezes por dia, há queda do fornecimento de energia elétrica. A CPFL está completamente despreparada, tanto na infraestrutura, que não suporta as chuvas fortes, como no serviço de atendimento ao cliente pelo   0800, que fica congestionado por horas . A empresa precisa reforçar a rede atual, para se prevenir contra os fenômenos naturais, e aumentar a equipe de técnicos em campo, para diminuir o tempo para o  restabelecimento do serviço. No dia 14/1 fiquei 7 horas sem energia e não estava chovendo! Após 2 horas, um temporal caiu na cidade e fiquei sem luz até as 23 horas. No dia seguinte,  houve mais 2 quedas de energia repentinas sem motivo. Diggenis Palacios Covo / Indaiatuba

Resposta: A CPFL Piratininga esclarece que os fortes temporais que atingiram todo o Estado de São Paulo afetaram a rede elétrica em várias cidades da área de concessão da distribuidora, entre elas Indaiatuba. Os fortes ventos, muitas vezes de até 80 km por hora, que acompanham esses temporais, causam quedas de árvores e de galhos e lançam diversos materiais na rede elétrica, comprometendo todo o sistema. A empresa esclarece que sempre que detectado o início de um temporal, mobiliza todos os recursos disponíveis para a  solução dos casos o mais rápido possível. Ocorre que, por causa da grande quantidade de ocorrências, alguns locais acabam tendo um maior tempo de atendimento, inclusive levando-se em consideração a gravidade de casos, quando são registradas quedas de árvores de grande porte sobre a rede, queda de postes e a necessidade de reconstituição da rede elétrica, que acaba sendo danificada em muitos casos nos bairros inteiros.

Réplica do leitor: Não são verdadeiras essas informações sobre os indicadores dizendo que o índice de qualidade de antendimento em Idaiatuba é excelentea. Eles comentaram que o DEC emergencial em 2013 (média do tempo que o cliente de Indaiatuba fica sem energia por  problemas na rede) ficou em 2013 em 6h30. Posso garantir que esse tempo foi muito maior. Houve vezes em que ficamos mais de 24 horas sem energia. Esses índices estão incorretos e não refletem a realidade.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: