Confusão da Telefônica/Vivo

Luciana Magalhães

29 Abril 2013 | 16h10

Não pedi portabilidade e muito menos o cancelamento da linha, diz leitor

Por Luciana Magalhães

Reclamação do leitor: Frequentemente quem me telefona escuta o correio de voz e, quando eu ligo, fico sem sinal. Entrei em contato com a Vivo e fui informado de que em janeiro constava primeiro  um pedido de portabilidade feito por mim e, num segundo momento, de cancelamento da  linha. Argumentei que nunca solicitara isso  e fui transferido para outra área. Por que sou obrigado a cancelar um procedimento que não solicitei? Após confirmar várias informações à atendente, ela disse o mesmo que o funcionário anterior. Cansado, encerrei a ligação. Baseado no fato de que a empresa nunca me envia os registros telefônicos, gravo todas as ligações no aparelho digital. Caso a Vivo cancele a minha linha ou o contrato, processarei a empresa. Eduardo Mendes Pinto /  São Paulo

Resposta da empresa: A Telefônica/Vivo informa que no dia 25/4 ligou para o cliente e que ele confirmou a normalização do problema.

O leitor comenta: No dia 26/4 o técnico compareceu a minha casa e alegou que o sinal de conexão estava muito forte e que iria estabilizá-lo. E que, havendo intermitência, o monitoramento remoto corrigiria o problema sem a minha intervenção. Mas a rede continua instável.

Mais conteúdo sobre:

Cancelamento indevidoTelefônicaVivo