Compra de ovos de páscoa exige atenção do consumidor

Compra de ovos de páscoa exige atenção do consumidor

Marco Antônio Carvalho

10 de março de 2015 | 16h09

Procon São Paulo pede atenção para características do produto e orienta que se evite levar crianças no momento da compra

Com a aproximação da Páscoa, cresce a necessidade de atenção para o momento da compra dos ovos de chocolate típicos do período. O Procon São Paulo listou orientações aos consumidores que começarão a percorrer as lojas para encontrar o presente para amigos e familiares.

Tamanhos

Numerações indicadas pelos fabricantes na embalagem não são equivalentes entre as marcas. Foto ilustrativa: Freeimages.com

O órgão de defesa do consumidor chama atenção para a necessidade da presença de informações técnicas a serem conferidas, como tamanho, peso e características de brindes e brinquedos presentes no interior dos produtos.

“Observar o rótulo, que deve trazer informações como data de validade, peso líquido, lista de ingredientes e composição , já que algumas doenças, como diabetes e doença celíaca, impedem a ingestão de açúcar ou glúten”, informou o Procon.

É necessário dedicar atenção especial ao peso dos ovos. As numerações indicadas pelos fabricantes na embalagem não são equivalentes entre as marcas. A troca de produtos dispostos em bancas de promoção, com a informação de que estão quebrados, normalmente saem mais baratos, mas o fornecedor não será obrigado a trocar o produto por esse problema.

Mesmo que o ovo seja de fabricação caseira, o produto também tem de seguir regras. “Ao optar por ovos ou bombons de fabricação caseira solicitar uma visita à cozinha e a degustação do produto antes da compra. Os fornecedores de produtos fabricados artesanalmente, além de terem de seguir as mesmas regras de comercialização dos industrializados, também estão obrigados a fornecer nota fiscal. Ela é a principal garantia do consumidor em caso de troca ou reclamação”, acrescentou o órgão.

Por fim, o Procon orienta que se evite fazer compras com crianças, “já que são facilmente impactadas pela influência do marketing de vendas e acabam querendo produtos que, nem sempre, caracterizariam um bom custo x benefício.”

Tudo o que sabemos sobre:

Ovos de páscoaProcon