Como evitar vazamento de gás

Luciana Magalhães

23 de outubro de 2013 | 16h25

Manuseio correto de botijões de gás pode evitar acidentes dentro de casa

Por Luciana Magalhães *

– Cheiro de gás no ambiente é sinal de vazamento no botijão. Para evitar acidentes, não acione equipamentos elétricos, como interruptores e ventiladores. Ventile o ambiente de forma natural, abrindo portas e janelas, para dispersar o gás. Além disso, acione imediatamente a assistência técnica da distribuidora de GLP estampada no corpo do botijão e o Corpo de Bombeiros, se necessário;

– Assim como qualquer produto, o botijão de gás também tem prazo de validade. A cada dez anos, ele deve passar por testes rigorosos, para verificar se continua em condições de permanecer no mercado. Caso não, o botijão é sucateado e substituído por um novo. Ao consumidor, cabe ficar atento e verificar se o produto está em boas condições. Botijões amassados ou enferrujados devem ser evitados;

– Evite comprar botijões em locais informais ou clandestinos, como pequenos mercados ou até mesmo na  calçada. A venda de um recipiente com valor muito abaixo do vendido no  mercado é outro alerta de que o botijão pode ser clandestino;

– Evite usar o botijão em posição horizontal. Na hora da instalação não passe a mangueira por trás do fogão, pois se corre o risco de o cano derreter e provocar vazamento. Outra dica importante é ficar atento aos prazos de validade da mangueira e da válvula sinalizados nos  produtos.

*Versão ampliada da Coluna Fique Atento, publicada em 7/10 na versão impressa de O Estado de S. Paulo

Fonte: Copagaz