Cliente questiona discrepância entre preços de passagens no site da Latam

Cliente questiona discrepância entre preços de passagens no site da Latam

André Cáceres

18 de julho de 2016 | 13h58

Marcelo Caracciolo achou os preços de passagens aéreas oferecidos pela Latam elevados, então resolveu acessar a versão em inglês do site e descobriu que os valores eram mais baixos pelos mesmos itinerários.

Preços de passagens em site brasileiro e inglês da Latam são diferentes. Foto: Pixabay

Preços de passagens em site brasileiro e inglês da Latam são diferentes. Foto: Pixabay

A empresa esclareceu que adapta as tarifas aos mercados, e isso explica o motivo da diferença entre os preços, mas que cada versão só aceita compras com cartões emitidos nos países selecionados pelo usuário, independentemente do idioma da página.

Reclamação do leitor: “Revoltado com a política de preços oferecidos pelo website na língua portuguesa, decidi pesquisar o preço para o mesmo itinerário e datas na versão de língua inglesa. Para meu espanto, vi uma diferença de preço de cerca de 30 a 40%, mais barato no website de língua inglesa. É revoltante a falta de respeito pelo consumidor, e o que me deprime ainda mais é que vem de uma companhia aérea internacional.”

Resposta da empresa: “A Latam Airlines Brasil sempre busca oferecer opções de tarifas e destinos que atendam a todos os perfis de clientes e trabalha com o conceito de composição dinâmica de preços, tanto no mercado brasileiro quanto no exterior. O que determina o valor de uma passagem aérea é a característica do mercado em questão, a demanda de cada perfil de passageiro e a oferta disponível, e isso pode variar de um mercado para outro. Por isso, o site da Latam Airlines possui versões distintas para cada país em que a companhia opera e, com isso, segue à risca a legislação de cada um deles. Cada uma das versões só permite compras com cartões de crédito emitidos no mesmo país selecionado.”

Envie suas dúvidas
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

Aviação

Tendências: