Cliente não consegue cancelar parcelamento de fatura

André Cáceres

31 Outubro 2016 | 05h00

Edilson Santana parcelou a fatura de seu cartão do Carrefour pela internet, mas quis cancelar o serviço quando viu o valor total que teria de pagar. O leitor tentou desfazer o negócio, mas o atendimento não foi capaz de solucionar o problema.

Carro roubado em estacionamento. Foto: Pixabay

Carro roubado em estacionamento. Foto: Pixabay

Procurado pelo SP Reclama, o Carrefour decidiu cancelar o parcelamento e restaurar a dívida ao valor anterior à proposta.

Reclamação do leitor: “O cartão Carrefour está criando barreiras para cancelar uma proposta de parcelamento de fatura feita pelo site. Ao finalizar, me dei conta de que havia caído numa armadilha, pois o valor teve um aumento de 100% em apenas nove meses. Na mesma noite e no dia seguinte tentei reverter a situação, porém todos os atendentes afirmaram que não poderiam fazer nada a respeito. Procurei um advogado, que foi categórico ao afirmar que a postura da empresa é abusiva e, pela legislação, eu tenho sete dias, a contar da data da assinatura, para desistir do negócio. Portanto posso solicitar o cancelamento sem a cobrança de taxas, juros e multas, exercendo o direito ao arrependimento, como prevê o Código de Defesa do Consumidor. Eu paguei o valor total da fatura e quero que esse valor seja contabilizado como pagamento integral.”

Resposta do Carrefour: “A empresa informa que, em contato com o Sr. Edilson Santana, orientou o cliente quanto à solução do caso em questão. Por liberalidade, a companhia realizou o cancelamento do parcelamento e ajustou os valores correspondentes ao período.  A empresa permanece à disposição do cliente pelos canais de atendimento.”

Envie suas dúvidas
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Mais conteúdo sobre:

furto