Cliente fica insatisfeita com cobrança na hora de cancelar plano de saúde

Administradora do plano afirma que cancelamento foi efetuado e não há pendências

Ludimila Honorato

01 de setembro de 2018 | 05h00

A leitora Iara Maria Bertolozi ficou surpresa ao ser cobrada da mensalidade de seu plano de saúde ao pedir cancelamento antes da data de vencimento do boleto. Embora a Unimed Fesp tenha informado que a efetivação do pagamento na data de vencimento correta garante o atendimento no mês corrente, a administradora do plano, Qualicorp, afirma que não há pendências financeiras.

Foto: Freeimages

Reclamação de Iara Maria Bertolozi: Tenho 74 anos e há nove tenho um plano de saúde Unimed Fesp, mas tive que cancelá-lo. O vencimento da minha mensalidade é todo dia 15, mas no último dia 8 de agosto, quando fui fazer o cancelamento, me informaram que terei de pagar o referente ao período de 1 a 8 de agosto. Como assim se o boleto pago dia 15 de julho tem cobertura até a véspera do pagamento do próximo boleto? Foi o que eu, ingenuamente, pensava. Não teve argumento algum da parte da administradora do plano, a Qualicorp. Aliás, teve sim: quando assinei o contrato com eles, foi num dia 1º e esse foi o argumento.

Resposta Qualicorp: A Qualicorp informa que entrou em contato com a Sra. Iara Maria Bertolozi e prestou os devidos esclarecimentos. A empresa ressalta que o plano de saúde da Sra. Iara foi cancelado em 08/08/2018, conforme solicitado, e que, embora a mesma tenha tido cobertura durante os oito primeiros dias de agosto de 2018, nenhuma cobrança foi efetuada após o cancelamento. Desta forma, esclarecemos que não há pendências financeiras junto à Qualicorp em nome da Sra. Iara.

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: