Cliente compra assento especial em avião, não consegue usar e não é reembolsado

Cliente compra assento especial em avião, não consegue usar e não é reembolsado

Companhia aérea afirma que conversou com o leitor e o informou sobre as opções de reembolso oferecidas

Ludimila Honorato

30 Novembro 2018 | 05h00

José Claudio Bertoncello diz que comprou um assento Confort em um voo da Latam, mas foi obrigado a sentar em outro lugar pois, quando chegou, já havia uma pessoa em sua poltrona. Segundo o leitor, funcionários da empresa garantiram que ele seria ressarcido, mas isso não aconteceu. Após intermédio do SP Reclama, a companhia aérea afirmou que conversou com o cliente sobre as opções de reembolso oferecidas. Bertoncello disse que a Latam prestou esclarecimentos, mas que ainda não foi reembolsado. De acordo com o leitor, a companhia informou que o ressarcimento viria nos próximos vencimentos do cartão.

A Latam Airlines informou que entrou em contato com o cliente por e-mail e prestou todos os esclarecimentos - Foto: Pixabay / Fuzz

A Latam Airlines informou que entrou em contato com o cliente por e-mail e prestou todos os esclarecimentos – Foto: Pixabay / Fuzz

Reclamação de José Claudio Bertoncello: Escrevo com a finalidade de relatar fatos ocorridos no voo JJ 8087, Orlando-GRU do dia 10/10. Reservei e paguei por um assento Confort no Boeing 767-200, antigo e mal conservado, da Latam. Ao embarcar, notei que havia outra pessoa no meu lugar e que ela estava com passagem normal. Avisei o comissário de bordo, que disse que o voo teria se juntado a outro da American e eles estavam com problemas de lotação. Após uma hora de voo, uma comissária de bordo chegou para coletar meus dados e me ressarcir, o que até agora não aconteceu.

Resposta da Latam: A Latam Airlines informa que entrou em contato com o cliente por e-mail e prestou todos os esclarecimentos quanto às opções de reembolso oferecidas. O Fale com a Gente continua à disposição para mais informações pelo telefone 0800 123200 (24 horas).

Envie suas reclamações

Mande uma mensagem para o e-mail spreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Mais conteúdo sobre:

SP ReclamaLatamavião