Carro da CET passa raspando por ciclista

Luciana Magalhães

25 Setembro 2013 | 19h05

“Quase fui atropelado”, diz leitor

Por Luciana Magalhães

Reclamação do leitor: Sou ciclista e desde 2011 vou todos os dias para o trabalho de bike. No dia 17/9, por volta das 17 horas, quase fui atropelado por um carro da CET, na Av. São Valério, próximo ao Jockey Club. Estava pedalando na pista da direita, seguindo todas as leis e sinalizações, quando um carro da CET passou raspando ao meu lado, em alta velocidade, não dando nem 10 cm de distância. Desequilibrei e quase caí. Por conta do trânsito, no cruzamento com a Av. Francisco Morato, alcancei o motorista,  o abordei e tirei fotos dele rindo de mim. De que adianta a Prefeitura gastar milhões de reais em propaganda para tentar conscientizar a população, se a própria CET não dá   exemplo  nem respeita os ciclistas? Leonardo Godoy / São Paulo

Resposta: A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informa que os agentes de trânsito são orientados a tratar com respeito e cortesia todos os munícipes no dia a dia de suas atividades. Periodicamente todos passam por cursos de reciclagem, melhorando a interatividade no desenvolvimento do trabalho. Dessa forma, a CET entende que a reclamação trata de um caso pontual e o agente já foi devidamente orientado quanto ao seu posicionamento em campo.

Réplica do leitor: Até o momento não recebi nenhum retorno da CET. No mesmo dia, registrei uma reclamação no site da companhia.