Bicicletas no Metrô

Luciana Magalhães

28 Novembro 2013 | 12h59

“As iniciativas da companhia ainda são pouco eficientes”, diz leitor

Por Luciana Magalhães

Reclamação do leitor: Quero saber se o Metrô pretende, um dia, ser de fato acessível às bicicletas. A retirada de alguns bancos no último vagão, por exemplo, seria uma alternativa simples e barata para oferecer mais conforto aos usuários e ciclistas. Inclusive seria coerente com a propaganda apresentada nos trens e estações: “No Metrô, sua bicicleta é bem-vinda”. Ricardo Acedo Nabarro / São Paulo

Resposta: O Metrô de São Paulo informa que apoia e incentiva o uso de bicicletas na malha metroviária, ofertando ciclovia, bicicletários em diferentes estações e proporcionando o transporte das bicicletas nos trens em horários específicos, desde 2007. A companhia reforça que a segurança de todos os usuários (ciclistas ou não) é prioridade do Metrô. O acesso com bikes é permitido somente em horários de menor fluxo de passageiros nos trens: de 2.ª à  6.ª-feira a partir das 20h30, sábados a partir das 14 horas e aos domingos o dia todo. O acesso deve ser feito pelo último carro (vagão), respeitando o limite de quatro bicicletas por viagem, de forma a permitir o transporte delas  sem comprometer a viagem dos demais passageiros.

Réplica do leitor: As iniciativas do Metrô para incentivar o uso de bicicleta são bem-vindas, mas ainda são pouco eficientes. Reitero que, se retirassem  alguns bancos do último vagão, usuários e ciclistas seriam beneficiados.