Banco não cancela compra de crédito de Bilhete Único

Leitor reforça que solicitação não foi efetivada pela SPTrans

Renata Okumura

19 de abril de 2018 | 05h00

Fábio Hansen fez uma transação de recarga de Bilhete Único no valor de R$ 300 pelo aplicativo do Banco do Brasil. Para finalizar a operação, ele foi até um terminal eletrônico de recarga da São Paulo Transporte (SPTrans), mas apareceu a mensagem de que não havia recarga. Ele ressalta que o Banco do Brasil não cancelou a transação.

Foto: Pixabay

Reclamação de Fábio Hansen: “Em fevereiro, fiz uma operação de recarga de Bilhete Único de R$ 300 pelo aplicativo do Banco do Brasil para celular. Para que essa operação seja concretizada, é necessário que o cliente vá depois a um terminal eletrônico de carregamento em uma estação de metrô, insira o cartão em uma máquina, para que os créditos sejam creditados. No mesmo dia da compra dos créditos, tentei fazer o carregamento e a mensagem recebida foi de que não havia recarga. Ou seja, os créditos não foram confirmados. No comprovante da transação emitido pelo Banco do Brasil, consta que caso a SPTrans não confirme a compra dos créditos, a operação será cancelada. Contudo o Banco do Brasil não cancelou a operação.”

Resposta do Banco do Brasil: “O Banco do Brasil informa que o pedido do cliente foi efetivado com sucesso e disponibilizado para recarga. O cliente deve validar seu cartão em qualquer ponto instalado nas estações metrô ou ônibus. Em caso de dúvidas, o cliente deve procurar o SAC da SPTrans.”

Envie suas reclamações
Mande uma mensagem para o e-mailspreclama@estadao.com ou por WhatsApp para o número (11) 97069-8639. Nossa reportagem vai apurar a denúncia e apresentar a resposta no blog Seus Direitos, um espaço voltado ao cidadão e ao consumidor.

Tudo o que sabemos sobre:

bancoqueixacréditobilhete único

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.