Informações contraditórias

Luciana Magalhães

17 Setembro 2014 | 11h00

Leitor reclama da falta de profissionais e do horário de atendimento de AMA, que nega irregularidades

 

Reclamação do leitor:Há uns 70 dias (final de junho) a rotina de atendimento da AMA Americanópolis  (Rua Cidade dos Santos, 46) foi alterada pelos próprios médicos, segundo os atendentes.  Nas sextas-feiras ou faltam os pediatras ou clínicos gerais. Já aos sábados, o atendimento ocorre apenas até 11 horas, e deveria ser feito até às 17 horas, segundo informações da própria AMA. Nos demais dias, a unidade deveria funcionar até as 19 horas.  Quando peço informações sobre o médico que está atendendo na unidade, seu nome e CRM, nenhum funcionário informa. Marcelo Rosa da Silva / São Paulo

 

Resposta: A Coordenadoria Regional de Saúde Sudeste (CRS-Sudeste) informa que o atendimento na unidade foi feito de maneira regular no período mencionado. Em 21/8, por exemplo, a AMA dispunha de dois clínicos. Nos dias 22 e 23/8, dispunha de dois pediatras. Já no dia 23/8, a equipe de plantão da unidade não registrou qualquer problema de atendimento na unidade. A coordenadoria esclarece ainda que o horário de atendimento da AMA Americanópolis é de segunda-feira a sábado, das 7 às 19 horas. Com relação à obtenção de informações sobre o nome do médico e o número de registro do mesmo, esclarecemos que, em conformidade com a portaria 1822/2011 da Secretaria Municipal de Saúde, na entrada da unidade consta a escala da equipe com o número do CRM de todos os profissionais médicos.