Kits sustentáveis

Estadão

11 de outubro de 2009 | 17h30

Por Edison Veiga

Nas mãos de voluntários – são 5 mil na Grande São Paulo – garrafas pet se transformam em bolsas, caixinhas de leite em sacolas, potes de maionese em porta-cotonetes. Restos de tecidos viram mantas e roupinhas de bebê. Idealizado por uma igreja, o projeto “Mãos que Ajudam” chega amanhã, Dia das Crianças, à marca de 13 mil kits para gestantes distribuídos desde a sua criação, em 2001. Além de ser um programa de ajuda humanitária e serviço comunitário, ainda contribui com o meio ambiente. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail conselho.apme@sudmail.com.br.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.