Zonas norte e leste recebem luminárias retiradas de bairros que ganharam luz de LED
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Zonas norte e leste recebem luminárias retiradas de bairros que ganharam luz de LED

Bairros esperavam iluminação nas ruas há até 20 anos, segundo nota divulgada pela Prefeitura

Bruno Ribeiro e Fabio Leite

17 Maio 2016 | 14h19

A Prefeitura de São Paulo divulgou nesta terça-feira, 17, uma relação de bairros que receberam luminárias de vapor de sódio que foram retiradas de outras regiões da cidade, que haviam recebido luzes de LED. A maior parte do material foi para o distrito de São Mateus, na zona leste, e Vila Nova Cachoeirinha, na zona norte.

Segundo a Secretaria Municipal de Serviços, a preferência foi para ruas que não tinham iluminação nenhuma: é o caso do bairro Vila Nova União, que recebeu 784 luminárias e demandava iluminação pública havia 20 anos. O demais locais são as comunidades Recanto Vale do Sol e das Ruas das Palmas e Todo Poderoso.

luzes

Luzes de LED na Avenida 23 de Maio. Foto: Estadão

As obras de instalação essas luminárias ainda está em andamento. A promessa é que o trabalho termine em maio.

Na segunda-feira, 17, reportagem do Estado mostrou que ao menos 30 mil luminárias retiradas dos bairros que já receberam luzes de LED se acumulavam nos depósitos da Prefeitura, à espera de triagem.

Os bairros que ganharam LED são Brasilândia, na zona norte, Heliópolis, zona sul, Lajeado e Sapopemba, na zona leste. No momento, há obras em Jardim Ângela e Pedreira, também na zona sul.

“Desde o início de 2013, a Secretaria de Serviços, por meio do Departamento de Iluminação Pública (Ilume), vem reformulando a iluminação pública da cidade de São Paulo. Nesse período, foram instalados 59 mil novos pontos, o que elevou o parque luminotécnico para cerca de 620 mil unidades. Além disso, 340 mil luminárias foram remodeladas (substituição de lâmpadas de baixo poder luminotécnico por outras mais potentes), o que significa dizer que mais da metade de toda a rede de iluminação foi reformulada”, diz a Secretaria Municipal de Serviços, por meio de nota.