Notícias sobre queda de acidentes na cidade saem do site da CET
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Notícias sobre queda de acidentes na cidade saem do site da CET

Textos que relacionavam queda à redução dos limites de velocidade ficaram inacessíveis; gestão Doria diz que informações objetivas continuam no ar

Bruno Ribeiro e Fabio Leite

25 Janeiro 2017 | 21h36

Limites de velocidade serão ampliados. Foto: Márcio Fernandes/Estadão

Limites de velocidade serão ampliados. Foto: Márcio Fernandes/Estadão

Ao menos três notícias que atrelavam a queda nos acidentes de trânsito de São Paulo à redução dos limites de velocidade na cidade saíram do ar no site da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Na tarde desta quarta-feira, 25, primeiro dia do retorno aos limites maiores às Marginais do Tietê e do Pinheiros, listas com os textos sumidos começaram a circular entre grupos de WhatsApp ligados a ciclistas.

A gestão João Doria (PSDB) foi questionada sobre os motivos de as notícias não estarem mais acessíveis, mas não apresentou justificativas. Em uma nota de uma única frase, informou que “todas as informações objetivas sobre os eventos no trânsito da cidade de São Paulo continuam disponíveis no site da CET”.

Só é possível ter acesso ao teor dos textos por meio do acesso a páginas em cache salvas pelo Google.

Em uma delas, com o título “Acidentes com vítimas caem 27% nas marginais após redução da velocidade máxima”, publicada em 3 de setembro de 2015, a Prefeitura informava que, entre de 20 de julho e 30 de agosto daquele ano, o número de acidentes havia caído de 159 para 116, na comparação com o mesmo período do ano anterior. O texto tinha aspas do então prefeito Fernando Haddad (PT) defendendo a mudança. O Google registrou a página no dia 8 de janeiro deste ano.

Em outra notícia, “Menor velocidade nas marginas e em vias da Zona Leste de São Paulo tem como objetivo reduzir índice de acidentes e mortes no trânsito”, publicada em 8 de julho de 2015, o texto dizia que “de acordo com dados do Departamento de Transporte do Reino Unido, a chance de óbito em um acidente em que a velocidade do veículo é de 48 km/h é de 45%, e sobe para 85% com o carro a uma velocidade de 64 km/h”. O registro do Google para a página é de 30 de dezembro de 2016.

Outro texto fora do ar tinha o título “CET implanta redução de velocidade máxima em trecho da Marginal Tietê” e foi publicado originalmente em 29 de janeiro de 2016. A matéria dizia que “a medida está inserida no plano de redução de acidentes viários do Programa de Proteção à Vida e visa melhorar as condições de segurança dos moradores da ‘Comunidade do Gato’ e demais transeuntes que se dirigem aos estabelecimentos situados na avenida no trecho da redução”.  Informava sobre uma redução para 40 km/h em trecho da Marginal do Tietê na pista sentido Ayrton Senna. O Google salvou a página em 24 de dezembro de 2016.

Dados da CET divulgado nesta quarta-feira, 25, afirmam que as mortes nas Marginais do Tietê e do Pinheiros caíram 54% no ano de 2016, na comparação com 2015. A redução foi de 46 para 21 ocorrências. Para a gestão Doria, só a redução dos limites de velocidade não explica o fenômeno.

Mais conteúdo sobre:

prefeitura de spCET