Onça-parda morre atropelada em rodovia de Bauru
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Onça-parda morre atropelada em rodovia de Bauru

José Tomazela

02 de setembro de 2015 | 14h33

Onça-parda foi vítima de atropelamento.

Onça-parda foi vítima de atropelamento.

Uma onça-parda adulta foi encontrada morta com marcas de atropelamento no canteiro lateral da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, em Bauru, interior de São Paulo, na segunda-feira (1). O corpo do animal, com cerca de 55 quilos, foi retirado por funcionários do zoológico de Bauru. Já são pelo menos sete os felinos dessa espécie, também conhecidos como suçuarana, atropelados e mortos em rodovias paulistas este ano.

Outras onze onças-pardas se recuperam de ferimentos causados por atropelamentos, queimadas ou tentativas de caça em três unidades voltadas para a recuperação da fauna silvestre no interior do Estado. No dia 21 de agosto, policiais ambientais resgataram uma onça-parda presa numa armadilha, na zona rural de Barbosa, na região noroeste do Estado. O animal foi sedado, examinado por um veterinário e devolvido à natureza.

De acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o número de onças-pardas vem aumentando no Estado, depois que esse felino se adaptou à vida nos canaviais que substituíram as florestas – seu habitat original. Na colheita da cana ou em razão de queimadas, as onças se deslocam para outras áreas, cruzando rodovias. A suçuarana é o segundo maior felino brasileiro, menor apenas que a onça-pintada, e não é considerado em risco de extinção.

Mais conteúdo sobre:

bauruICMBioonça parda