Mais um provável ‘Aleijadinho’ para acervo do barroco em Itu
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mais um provável ‘Aleijadinho’ para acervo do barroco em Itu

José Tomazela

24 Maio 2013 | 18h28

Imagem de Nossa Senhora do Rosário, descoberta em antiquário: um possível Aleijadinho.

 

Uma escultura de madeira representando Nossa Senhora do Rosário pode ser a mais nova obra reconhecida como de autoria do mestre do barroco brasileiro, Antonio Francisco Lisboa, o ‘Aleijadinho’. A imagem de 52 cm foi descoberta num antiquário pelo pesquisador ituano Marcelo Coimbra, co-autor do mais recente catálogo geral das obras do escultor mineiro. “Assim que pus os olhos, notei a semelhança com outras esculturas do Aleijadinho”, disse.

O historiador mineiro Márcio Jardim, estudioso do artista, analisou as fotos enviadas por Coimbra e foi conclusivo: “Estamos diante de mais um Aleijadinho, sem dúvida. Esta Nossa Senhora do Rosário tem muitos sinais do mestre: cabelos, rosto, olhos, perfil do rosto, ventre proeminente, pés em ângulo reto, panejamento em toda perna direita em diversos V, todos os entalhes do pano muito parecidos com os de diversas imagens do artista. Ressalvando ter que olhar pessoalmente, creio que é um Aleijadinho”, respondeu.

Coimbra está montando em Itu o acervo do projeto Berço do Barroco Brasileiro, que será um museu itinerante particular com obras de artistas do período colonial. Ao todo, estão catalogadas 128 obras, das quais 48 esculturas do ‘Aleijadinho’. O plano é levar o museu itinerante a várias capitais brasileiras, a partir do segundo semestre deste ano.

 

 

 

Mais conteúdo sobre:

acervoAleijadinhobarrocoItu