As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Floresta vai ganhar 600 mil árvores em Rio Preto

José Tomazela

17 de junho de 2014 | 15h10

 

Criada por decreto estadual no último dia 5, a Floresta Estadual do Noroeste Paulista será enriquecida com o plantio de 600 mil árvores. A nova unidade de conservação fica entre as cidades de São José do Rio Preto e Mirassol e tem área total de 500 hectares. A largada no projeto de rearborização foi dada com o plantio de vinte mudas de ipê-roxo, pau-brasil, aroeira e jacarandá, na segunda-feira (16).

O decreto do governador Geraldo Alckmin (PSDB) transferiu 248 hectares da Secretaria de Administração Penitenciária para compor a reserva que será administrada pelo Instituto Florestal, órgão da Secretaria Estadual do Meio Ambiente. A área transferida fazia parte do antigo Instituto Penal Agrícola de Rio Preto

A Floresta Estadual inclui também a área de uma antiga estação ecológica existente nas adjacências do Parque Tecnológico do município. Com isso, Rio Preto e Mirassol passam dos atuais 7,2 metros quadrados de área verde por habitante para 14,2 m2 por habitante, índice superior aos 12,2 m2 recomendados pela Organização Mundial de Saúde.

A reserva já tem 106 mil árvores formadas e uma fauna variada, com 120 espécies. A nova área verde será voltada para pesquisas científicas e experimentação, devendo abrigar o futuro centro de sementes de essências florestais nativas da região.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.