Exposição leva ‘funileiros cubanos’ a Tatuí
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Exposição leva ‘funileiros cubanos’ a Tatuí

José Tomazela

30 de outubro de 2013 | 20h02

Funileiros e mecânicos são considerados verdadeiros artistas em Havana, a capital de Cuba. Isso se explica pelo embargo comercial imposto pelos Estados Unidos e pelas restrições da própria economia cubana, que obriga à conservação de carros das décadas de 40 e 50. São mais de 60 mil carros remanescentes da época em que a ilha era comandada pelo ditador Fulgêncio Batista.

Como as peças originais são uma raridade, esses profissionais são obrigados a usar de toda a maestria para improvisar engrenagens, maçanetas e lataria de antigos carrões das montadoras Ford, Chevrolet, Studebaker e Chrysler, entre outras.

A mostra fotográfica “Funileiros Cubanos” vai mostrar um pouco dessa arte, a partir desta quinta-feira (31), no Museu Histórico Paulo Setúbal, em Tatuí. A exposição, apoiada pela CCR SPVias, apresentará as imagens de carros norte-americanos da era pré-Fidel Castro num trabalho do fotógrafo Nelson Aguilar.

São doze painéis fotográficos de 1,5 por 1 metro, dispostos como se os veículos fossem personagens de uma cidade fictícia.

A mostra fica aberta de terça a sexta-feira, das 8h30 às 18h30, sábados, domingos e feriados das 9 às 17, até o dia 1 de dezembro, com entrada gratuita. O museu fica na Praça Manoel Guedes, 98, no centro.