Estátua do João do Pulo é retirada após polêmica em Pindamonhangaba
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Estátua do João do Pulo é retirada após polêmica em Pindamonhangaba

José Tomazela

30 de novembro de 2020 | 08h08

Uma estátua em homenagem ao atleta João Carlos de Oliveira, conhecido como João do Pulo, ex-recordista mundial de salto triplo, causa polêmica em Pindamonhangaba, terra natal do esportista. A escultura, com 14 metros de altura, instalada em um dos principais acessos à cidade, foi considerada esteticamente feia por moradores e internautas.
Na última sexta-feira (27), por determinação da prefeitura, a obra foi retirada do seu pedestal. O prefeito Isael Domingues (PL) disse que a escultura vai passar por uma reformulação. Segundo ele, a obra teve custo zero para o município, pois foi doada pelo seu autor. Os retoques na estátua serão feitos com o aval da família do atleta.
A prefeitura informou ter feito uma consulta popular para substituir um antigo monumento em homenagem ao filho ilustre de Pindamonhangaba pela nova criação. O monumento anterior era uma estátua estilizada do artista em metal. A troca teria sido aprovada por 96% dos internautas.
Flavio Hernandez, morador da cidade, disse que a obra não passa da cópia de uma fotografia. “Como tal, ficou devendo, e muito, a uma representação fidedigna, senão à altura de João do Pulo, à altura da própria fotografia”, disse.
A obra levou quatro meses para ficar pronta e retrata o salto que imortalizou a carreira de João do Pulo, durante os Jogos Pan-Americanos da Cidade do México, em 1975. Na ocasião, aos 21 anos, o brasileiro atingiu a marca de 17,89 m, quebrando os recordes mundial e olímpico.
Em nota, a prefeitura informou que, “por determinação do prefeito Isael Domingues e do vice-prefeito Ricardo Piorino, realizou na tarde desta sexta-feira (27), a retirada do novo monumento em homenagem ao atleta João Carlos de Oliveira “João do Pulo” da rotatória da Av. Nossa Senhora do Bom Sucesso”. Segundo a nota, “a decisão atendeu a repercussão popular registrada pelas redes sociais e visa realizar as devidas correções para que a homenagem seja realizada com a grandeza que o atleta merece”.
A prefeitura não informou se as correções serão feitas pelo mesmo artista que produziu a escultura.
João do Pulo estabeleceu o recorde mundial de salto triplo, foi tricampeão mundial nessa modalidade e, ainda, medalhista olímpico.
Foi também tetracampeão pan-americano no triplo e no salto em distância. Obrigado a abandonar o atletismo, após perder uma perna em acidente automobilístico, fez carreira política, elegendo-se deputado estadual por dois mandatos. João do Pulo faleceu em maio de 1999.

Estátua do João do Pulo é retirada de pedestal. Foto Prefeitura de Pindamonhangaba/Divulgação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.