Espécie ameaçada, filhote de cervo-do-pantanal nasce em zoo de Itatiba
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Espécie ameaçada, filhote de cervo-do-pantanal nasce em zoo de Itatiba

José Tomazela

09 de setembro de 2021 | 17h40

Resultado da colaboração entre zoológicos brasileiros, um filhote de cervo- do-pantanal nasceu, no mês de agosto deste ano, no Zooparque de Itatiba. A pequena fêmea já caminha com segurança pelo recinto, vigiada pelos pais. A cervinha é filha de Kadu, um macho que nasceu no Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros”, de Sorocaba, e foi transferido em novembro do ano passado para o zoo de Itatiba.
O objetivo era que ele formasse par com a fêmea Lina, que já estava no Zooparque, vinda de um zoológico da Bahia. A operação foi considerada um sucesso.
A espécie nativa da fauna brasileira é considerada ameaçada de extinção – no estado de São Paulo, já há poucos indivíduos na natureza.
O trabalho de reprodução do cervo-do-pantanal atende à recomendação de um programa de conservação da espécie coordenado pela Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil, em parceria com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). “Esse é um dos importantes trabalhos desenvolvidos pelo nosso zoo para a conservação de espécies da fauna brasileira ameaçada”, disse o secretário de Meio Ambiente de Sorocaba, Antonio Prieto.
O Zooparque de Itatiba informou que o filhote passou por exames e está “cheio de saúde”, já sendo uma das atrações do zoo.
O cervo-do-pantanal é o maior cervídeo da América do Sul, podendo pesar até 125 quilos, e vive nas regiões de várzeas de rios. No Brasil, a maior concentração de espécimes é observada no bioma Pantanal, que se estende pelos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A construção de hidrelétricas, o avanço das áreas agrícolas, o desmatamento e as queimadas são as principais ameaças à espécie.

Filhote de cervo-do-pantanal nasceu em zoo de Itatiba. Foto Zooparque Itatiba/Divulgação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.