Definidas novas eleições para prefeito em sete cidades do interior paulista
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Definidas novas eleições para prefeito em sete cidades do interior paulista

José Tomazela

26 de janeiro de 2021 | 16h12

Pouco mais de dois meses após a posse dos novos prefeitos, sete cidades já terão novas eleições, no dia 7 de março, no interior de São Paulo. Os eleitos nesses municípios tiveram os registros das candidaturas indeferidos de forma definitiva pela Justiça Eleitoral. Apiaí, Campina do Monte Alegre, Itaoca, Leme, Piacatu, Santo Antônio do Jardim e Trabiju já preparam o eleitorado para a volta às urnas.

Os eleitores escolherão apenas o prefeito e o vice de cada cidade, já que não haverá nova eleição para vereador. O prazo de convenções partidárias vai de 28 deste mês a 2 de fevereiro, seguindo-se o registro de candidaturas até o dia 5 do próximo mês. A propaganda eleitoral começa no dia 6 de fevereiro e vai até a véspera do pleito. A diplomação dos eleitos deve acontecer no dia 9 de abril.

Nessas cidades, houve o indeferimento do registro de candidato do primeiro colocado nas eleições municipais de 15 de novembro de 2020, medida que atingiu também o vice. Os candidatos concorreram sub judice, mas não puderam tomar posse. Foram os casos de Donizete Barbosa (PSD), em Apiaí; José Benedito Ferreira (PSDB), em Campina do Monte Alegre; Frederico Dias Batista (PL), em Itaóca; Wagão Antunes (PSD), em Leme; Euclasio Garrutti (DEM), em Piacatu; Osvaldo Moreira (PODE) em Santo Antônio do Jardim, e Juca Tavoni (MDB), em Trabiju.

Essa será a primeira das dez possíveis eleições suplementares previstas para 2021 no calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Conforme o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo, a Lei das Eleições autoriza a participação do candidato cujo registro está sub judice em todos os atos de campanha, ficando a validade dos votos atribuídos a ele condicionada ao deferimento de seu registro por instância superior. Nesses casos, os eleitos não conseguiram reverter na justiça o indeferimento dos registros.

Eleitores de Trabiju vão escolher novo prefeito. Foto PM Trabiju/Divulgação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.