Capela de Ramos de Azevedo será polo turístico
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Capela de Ramos de Azevedo será polo turístico

José Tomazela

04 de outubro de 2013 | 09h59

 

Depois de restaurada, a capela construída pelo arquiteto Ramos de Azevedo no bairro de Inhayba, zona rural de Sorocaba, será o centro de um polo turístico. O projeto é da Associação Comunitária de Inhayba em parceria com a prefeitura. A Fibria, empresa do grupo Votorantim, doou a área de 40 mil m2 no entorno da capela à associação e está custeando a restauração. A pequena igreja foi destruída por um incêndio em setembro do ano passado.

Os serviços de restauro serão concluídos até o final deste ano. O espaço em volta terá restaurante, banheiros e salão para atividades como cursos, oficinas, reuniões e exposições. Reunido com moradores na quarta-feira (2), o prefeito Antonio Carlos Pannunzio (PSDB) informou que o município vai instalar iluminação e melhorar o acesso ao local.

A capela, dedicada a Nossa Senhora da Imaculada Conceição, foi erguida em 1928 por Ramos de Azevedo, que possuía terras na região. O arquiteto tornou-se referência após edificar obras como o Teatro Municipal de São Paulo e a Pinacoteca do Estado. O local era visitado também por Alberto Santos Dumont, o ‘Pai da Aviação’.

O prédio é considerado de interesse arquitetônico, paisagístico e turístico pelo patrimônio histórico municipal. Em setembro do ano passado, um incêndio que devastou matas e áreas de reflorestamento na região atingiu também a capela. Restaram apenas as paredes em pé. (Foto Zaqueu Proença)

 

Tendências: