A arte do circo levanta a lona em Piracicaba
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A arte do circo levanta a lona em Piracicaba

José Tomazela

11 de setembro de 2013 | 15h01

O melhor da arte circense tradicional e contemporânea será mostrado ao público durante o Festival Paulista de Circo, desta quinta-feira (12) até domingo, em Piracicaba. A sexta edição do evento, promovido pela Secretaria da Cultura do Estado, com curadoria de Hugo Possolo, terá 55 atrações, além de oficinas para crianças. O equilibrista Bruno Edson, que completa 73 anos em outubro – 65 de circo – será homenageado na abertura do festival, às 20 horas, com apresentação da Banda Paralela.

O espetáculo inicial terá a participação de convidados e de artistas que se inscreveram para o festival com atrações inéditas para o público. O Palhaço Adão (Paulo Federal) será mestre de cerimônia e apresentará as irmãs acrobatas Gêmeas Dias, o artista de perna-de-pau Wallace Kyoskys e o espetáculo aéreo do grupo Um Café da Manhã. Os trapezistas Irmãos Sabatino apresentam-se sob a lona e fora dela.

De sexta a domingo, sempre a partir das 10 horas, estão programadas apresentações dos grupos Circo Nosotros, Circo dos Sonhos e Circo di Napoli. Outras companhias, Grupo Ares, Linhas Aéreas e Paraladosanjos, também ocupam o picadeiro. Os Cabarés, ou Circo de Variedades, espetáculos com números de origens diversas, são outras atrações – sábado, por exemplo, sob a direção da Palhaça Rubra (Lu Lopes), misturam-se performances de corda lisa (Diálogos Acrobáticos), malabarismo com bola (Jesus Fornies) e música (Grupo Maria Cutia).

As lonas estarão montadas no Parque do Engenho Central (A. Maurice Allain, 454). Todas as atrações são gratuitas. O festival tem parceria com a Associação Paulista dos Amigos da Arte, Secretaria de Cultura de Piracicaba, Cooperativa Brasileira de Circo e patrocinadores.

 

Tendências: