As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vai passar

Luiz Henrique Matos

22 de março de 2021 | 19h16

O tempo vai passar.
A pandemia vai passar.
A ansiedade vai passar.
O luto vai passar.
Mais um dia vai passar.
Um dia a gente vai voltar a passar…
…passar a roupa, passar crachá, passar o dia atrás de uma mesa.
Esse governo vai passar.
A revolta vai passar.
E o bloquinho vai passar na avenida.
Essa chuva vai passar.
A nuvem de azar a passar.
A nossa canção ainda vai passar na rádio.
Nosso casamento, de papel passado,
a história que passa diante dos olhos
e esse amor não passa nunca
A novela das oito vai passar de novo
e de novo vai passar.
Até a uva vai passar.
O cometa Halley já passou faz tempo, mas eu não consegui ver,
é com pesar.
As tardes vão passar.
Nas árvores vão pássaros.
O álcool gel eu vou passar.
Mantenha distância. Nem mais um passo.
Vai, gado, vai pastar!
O carro quebrado na esquina, é um Passat.
Mais um café? Eu passo.
Mais um perrengue pra passar.
O nome daquele livro? Vou te passar.
Essa ressaca vai passar,
mas não em um passe de mágica,
deixa que te passo um chá.
O sonho vai a passárgada.
O ônibus vai Passaredo.
A modelo já não tem passarela.
Meu time este ano passou em branco, errando passes, veio a passeio
e pelo jeito a má fase não vai passar.
Se a gente ficar passando tão perto,
o vírus vai continuar passando
e passando e passando e passando.
Passando.
Já passou da conta.
Mas vai passar.
Esse tempo vai passar.
Esse medo, esse aqui, vai passar.
A comida na geladeira, vai passar.
Os minutos de fama vão passar.
A senhora ali na rua, foi passear.
A noite escura da alma há de passar.
O tempo de um Brasil cheio de esperança é passado.
Mas vai passando,
num passo de cada vez.
Vai passar a década, o século, esse dia.
A história vai passar a limpo.
Sim, a gente vai passar por essa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.